No Bonde dos Investimentos

Escolha a melhor posição, consiga a melhor vista possível e aproveite a viagem...


Faça um esforço para ser humilde quando as coisas estiverem indo bem e para se perdoar quando estiverem indo mal. Decisões que envolvem dinheiro, especialmente no que tange a investimentos é realmente complexo, pois sorte e risco são coisas reais e acontecem a todo tempo.


Tenha menos ego e mais poder de poupança. Sim, guardar dinheiro tem tudo a ver com a lacuna que existe entre nosso ego e a nossa capacidade de renda. A fortuna se cria suprimindo o que você poderia comprar hoje para ter mais coisas ou mais opções no futuro. Não importa o quanto você ganha, jamais conseguirá a verdadeira liberdade financeira se não for capaz de limitar os seus gastos hoje, agora.


Seja mais legal e ostente menos. Ninguém fica tão impressionado com as suas posses quanto você mesmo! Na grande maioria das vezes ninguém está nem aí para seu carro de luxo, seu celular top, suas roupas de gosto duvidoso ou seu relógio caro. É muito mais provável que consiga a real admiração, respeito e destaque por meio da bondade, pela forma como trata e pensa nos outros, pela caridade e pela sua humildade.


Administre seu dinheiro de uma forma que faça você dormir em paz. Isso é muuuito importante. Alguns conseguem dormir bem a noite abraçados com o risco, sabendo que podem perder seu patrimônio nas busca pelos maiores retornos possíveis. Por outro lado, outros não conseguem nem pregar o olho só de saber que a partir de agora terão que economizar um percentual específico da sua renda para poder atingir seus objetivos financeiros. Então, tudo depende... Enquanto algumas pessoas não dormem em paz a menos que estejam obtendo os maiores retornos; outras só descansam se o dinheiro estiver investido de forma conservadora e o mais livre do risco possível. A pergunta que você deve fazer é: "Qual o tipo de decisão devo tomar para que eu consiga ficar em paz?" Essa é, sem sombra de dúvidas, a melhor orientação financeira universal.


Se você deseja se tornar um investidor melhor, uma coisa que jamais pode deixar de fazer é dar tempo ao tempo. O tempo é uma das ferramentas mais poderosas do investidor, pois faz os pequenos investimentos crescerem e faz os erros maiores ficarem irrelevantes. O tempo não consegue neutralizar a sorte e o risco, mas encaminha os resultados para o mais próximo daquilo que as pessoas merecem com base nas decisões que tomaram ao longo do percurso.


Não se abale com muitas das coisas que dão errado. Você pode estar errado em metade das vezes e ainda assim conseguir atingir seus objetivos, porque a minoria dos fatores que é responsável pela maioria dos resultados. Meça sempre o seu desempenho olhando para o seu portfólio como um todo, não para investimentos específicos. Não há problema em ter uma grande quantidade de investimentos ruins enquanto alguns outros se destacam muito bem. Julgar o seu desempenho com foco nos investimentos individuais causa uma distorção dos fatos, faz com que os vencedores pareçam mais brilhantes do que são e os perdedores pareçam mais lamentáveis do que deveriam.


Uma boa dica é: evite os extremos das suas decisões financeiras. Os objetivos e os desejos de todo mundo mudam ao longo do tempo, e quanto mais extremas forem suas decisões, mais você pode se arrepender no futuro. Busque a simplicidade.


Uma coisa que demorei para aprender é que devemos usar nosso dinheiro e o patrimônio que juntamos para, o mais rápido possível, termos o controle sobre nosso tempo, porque não ter controle sobre nosso tempo é um empecilho universal, muito forte, para a felicidade. O mais valioso objetivo ao juntar e investir dinheiro é ter a liberdade. A capacidade de fazer o que quiser, quando quiser, com quem quiser, por quanto tempo quiser, é o maior dividendo que existe em finanças!


Guarde dinheiro. Se está guardando visando objetivos, isso é ótimo. Mas caso contrário, apenas guarde! Muitos alunos que passaram pelo Empoderamento Financeiro não tinham um motivo específico para guardar dinheiro. Não tinham necessidade de comprar um carro, adquirir uma casa ou comprar alguma outra coisa. Nesses casos apenas guarde, pois a vida de todo mundo é uma sequência ininterrupta de surpresas. E economizar para coisas impossíveis de prever ou definir é uma das melhores razões para se guardar dinheiro. Ter um colchão financeiro é uma proteção contra a capacidade insuperável que a vida tem de nos surpreender nos piores momentos possíveis como a perda de um emprego, uma doença, emergência médica...



Defina o preço do sucesso que quer ter e esteja disposto a pagá-lo. Porque nada que vale a pena é de graça. E lembre-se de que a maioria dos custos financeiros não tem uma etiqueta de preço visível. Incerteza, dúvida, medo e arrependimento são preços comuns no mundo financeiro, e você deve encará-los como taxas (um valor que vale a pena ser pago em troca de uma coisa boa), não como multas (uma punição que você quer evitar).


A distância entre o que pode ser que aconteça no futuro e o que você precisa que aconteça no futuro para tudo dar certo é o que lhe dá perseverança. A perseverança é o que faz com que a mágica dos juros compostos opere ao longo do tempo.


Abrace o risco, porque o tempo o recompensa. Mas cuidado com o risco da falência completa, porque isso vai te tirar do jogo e a volta será muito mais complexa e complicada.


Também defina qual jogo você está jogando, certifique-se de que as suas atitudes não sejam influenciadas por pessoas, influenciadores, assessores de investimentos e até mesmo amigos e familiares que jogam um jogo diferente. Algumas pessoas que parecem inteligentes, informadas, razoáveis e bem sucedidas podem na verdade não ser nada disso e, além disso, terem objetivos e desejos muito diferentes dos seus. Em se tratando de investimentos não existe uma única resposta certa; existe apenas a resposta que funciona para você!


Por fim, respeite o caos, seja amigo da volatilidade, pois cada curva dará direito a uma nova paisagem.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo