Qual a Importância de uma boa Gestão de Custos?

Para que uma empresa tenha sucesso, independente do seu tamanho ou do seu mercado, é extremamente importante que ela esteja cercada de informações financeiras para uma boa tomada de decisão e consequentemente consiga ter a sustentação e o crescimento do seu negócio.


Por esse motivo, existem muitos relatórios e controles financeiros que ajudam nesse sentido. E dentre todos os controles financeiros, sem sombra de dúvidas, o controle da operação e do sistema de custos é um dos mais importantes.


Um sistema eficiente de gestão de custos tem como objetivo obter e estudar o custo em cada nível de gerenciamento, buscar o entendimento de quais custos são controláveis (incluindo seus responsáveis) e quais componentes do custo são os mais representativos. Também, prepara relatórios comparativos de custos entre períodos distintos, faz análises específicas das variações dos gastos, elabora orçamentos, cria indicadores de performance para aprimorar o gerenciamento e cria processos em busca de oportunidades para redução de todas as despesas.


Ou seja, uma boa gestão da estrutura de custos e a identificação de seus impactos financeiros, deve suprir a empresa de informações necessárias para uma maior agilidade e qualidade das decisões. Nenhuma empresa consegue sobreviver e manter sua operação sem um controle de custos eficiente. Afinal, toda empresa vive de seus lucros, por isso, se ela não souber quanto custa sua operação e/ou seus produtos, não saberá se está perdendo ou ganhando, ficando vulnerável à concorrência e poderá sofrer com sérios riscos financeiros.


Muitas vezes nós não podemos impor o preço desejável dos produtos ao mercado para maximizar os lucros, pois, geralmente, a empresa está limitada ao preço da concorrência (que busca constantemente ganhar mais espaço nas gôndolas e participação de mercado) e ao preço que o próprio mercado determina.


Assim, para conseguir manter os preços mais competitivos, que permitam que os consumidores comprem mais produtos, necessariamente a empresa precisará manter os custos iguais ou abaixo da sua concorrência. Reduzindo os custos, a empresa ajuda a diminuir seu preço de venda e aumenta seu faturamento através do aumento de volume. Dessa forma, cria-se um círculo vicioso positivo onde, aumentando o volume de venda, aumenta-se também a produção, e isso faz com que a empresa possa ter a apropriação dos custos fixos entre uma quantidade maior de produto, aumentando a margem de contribuição dos mesmos e consequentemente o lucro final da empresa.


Ainda existem outros benefícios de uma boa gestão de custos que posso citar, como o ganho de qualidade que gera confiança dos clientes, a diminuição de perdas ocorridas durante o processo produtivo, a melhora da eficiência, a compra de novos equipamentos, a busca contínua por produtividades (oportunidades de redução de custo) e a possibilidade de sobrar mais dinheiro para investimentos na empresa, no negócio e nas marcas.


Completamos um gerenciamento de custo com excelência através do acompanhamento mensal dos indicadores de performance, da revisão dos orçamentos e através das ações corretivas que surgem a partir da análise do resultado mensal vs esses orçamentos.


Cada vez mais se exigirá que os profissionais da área de custos tenham olhos atentos à operação com o objetivo de maximizar os lucros da companhia e também se exigirá de todos os demais na empresa a consciência de que sempre será necessário a redução de custos e despesas relacionadas a sua atividade na empresa. E para que isso tudo ocorra, a boa gestão de custos com seus processos, informações e relatórios, continuarão fundamentais.


Sobre o autor: Luiz Mar é Administrador graduado pela UFPR, com MBA em Direção Estratégica e Pós-Graduação em Finanças Empresarias. Criador do Empoderamento Financeiro onde ensina Inteligência Financeira e Investimentos, é profissional da área financeira e há mais de 15 anos trabalha com planejamento financeiro na Mondelez Internacional. Na Update Consultoria, onde é sócio por mais de 5 anos, ajuda empreendedores e profissionais com treinamentos, investigação apreciativa, plano de negócios, plano financeiro, estratégia e finanças pessoais.

21 visualizações