Recomendações Financeiras para Empresas em Momentos de Crise

Atualizado: Abr 15

Estamos diante de um momento de crise extrema, que envolve não só uma calamidade de saúde pública mundial, mas também consequências econômicas e financeiras em escala sem precedentes. De maneira geral, a boa gestão financeira sempre será um dos pilares de qualquer empresa, e em tempos de crise, isso se torna ainda mais fundamental. Sendo assim, deixo aqui algumas recomendações daquilo que você pode fazer na sua micro ou pequena empresa para tentar minimizar os impactos nesse momento complicado de turbulência e incerteza.

É hora de usar o seu capital de giro. Na nossa consultoria nós sempre recomendamos aos nossos clientes que mantenham ao menos seis meses de capital de giro disponível para eventuais emergências no negócio. E agora, sem sombra de dúvidas, esse é o momento de usá-lo.

Todos os lucros dos próximos dias, se existirem, devem ser priorizados para recompor ou construir o capital de giro, caso você ainda não o tenha.

Faça um corte radical de custos e despesas. De posse de um DRE completo da sua empresa faça uma análise detalhada dos seus custos e despesas atuais, e determine quais são os menos essenciais e elimine-os até que tudo esteja sob controle.

Seu pró-labore deverá ser revisto. Sua retirada mensal deve ser a menor possível para ajudar a garantir fôlego financeiro para a sua empresa. E lembre-se, mesmo em crise, resista a tentação de mistrurar as contas da empresa com as suas contas pessoais.

Antecipe todos os recebíveis possíveis. Entre em contato com seu banco, administradoras de cartão e etc, e avalie as possibilidades.

Não venda mais aquilo que não dá margem. Produtos e serviços que tem pouca margem, margem abaixo da média total do seu negócio ou margem próxima de zero não devem mais ser vendidos. Simplesmente tire do seu portfólio nesse momento.

Pare com todos os investimentos. Não é hora de comprar mais nada, não é hora de contratar pessoas, não é hora de comprar máquinas, materiais diversos ou equipamentos.

Avalie dar férias aos seus funcionários. Vamos atravessar momentos de muita baixa demanda, dessa forma, usar a sua provisão de férias e liberar seu pessoal seria uma boa estratégia.

Renegocie com fornecedores. Negocie prazos de pagamento, negocie descontos. Mas lembre-se de que o seu fornecedor com certeza estará passando pelo mesmo problema que o seu. Assim sendo, busque o ganha a ganha.

Reduza seu custo fixo. Negocie taxas bancárias, diminua custos de energia elétrica, água, negocie o aluguel, corte TODO o desnecessário. Avalie, com muito critério, a possibilidade de atrasar o pagamento de alguns impostos.

Aproveite o momento para fazer descontos e promoções para desovar todo o estoque que está parado.

Enxugue sua empresa. Venda ativos para ganhar fôlego financeiro. Ex: venda máquinas, carros e equipamentos que podem ser dispensados. Mas cuidado! Também não pode sair vendendo tudo, pois os bens de capital essencias serão importantes, irão te ajudar na retomada posterior ao momento de crise.

Inove sua operação. O momento de crise também pode ser uma oportunidade para readequar e inovar no seu negócio. O que a atual necessidade dos meus clientes e as dificuldades estão me ensinado? O que eu poderia fazer diferente no meu negócio, na minha operação para continuar vivo? O que eu tenho de fazer diferente a partir de agora com base em tudo aqui que estou aprendendo e vivenciando? Será que eu tenho alguma possibilidade de oferecer um novo produto ou serviço que case com a necessidade das pessoas nesse momento de crise?

Faça parcerias. Se todo mundo olhar só para si, todo mundo vai falir. Em momento de crises não podemos pensar em concorrência, mas sim parcerias para conseguirmos manter o mercado de pé.

Use de empatia nas vendas. Ofereça descontos mesmo que sua margem seja um pouco prejudicada, ofereça parcelamento, venda de uma forma que seu cliente (que também está em dificuldades) possa pagar.

Fique atento aos programas de incentivo. Use e abuse das novas medidas provisórias e das ajudas que serão fornecidas pelo governo.

Ter uma boa estratégia financeira em mãos, manter a lucidez e o controle emocional são fundamentais para que consigamos sobreviver financeiramente em momentos de crise e de forte pressão.

Nós da Update podemos te ajudar, inclusive de forma remota, a criar o seu plano financeiro e no gerenciamento financeiro do seu negócio. Fique firme!




0 visualização